Urano-Plutão e os Anonymous

Lá em cima, no céu, outros dois titãs além da dupla Neptuno-Saturno se degladeiam. Urano e Plutão fazem uma quadratura entre os signos cardinais de carneiro e capricórnio.
Urano simboliza basicamente a mudança. A inteligência universal. O campo da mente. A disseminação de ideias. As descobertas que favorecem a Humanidade. A descontinuidade, a alteração repentina. Sente-se com grande intensidade nos campos da comunicação, principalmente no mundo internet, informação de disseminação rápida e disponível ao todo.
Encontrei na wikipédia uma definição que remete para o campo de Urano e esclarece a sua energia e atuação na dimensão da internet:

Cérebro global é uma metáfora para a rede global inteligente, formada por pessoas e pelas tecnologias de informação e comunicação que as conectam em um todo “orgânico”. À medida que a Internet se torna mais rápida, mais inteligente, ubíqua e inclusiva, tende a conectar as pessoas em um único sistema de processamento da informação, análogo a um “cérebro”, para o planeta Terra.
O primeiro artigo académico sobre o assunto foi publicado por Mayer-Kress e Barczys, em 1995. Segundo os autores, a existência de uma rede global de computadores firmemente conectada como a Internet poderia levar à emergência de uma estrutura globalmente auto-organizada que poderia ser chamada cérebro global. Associada a essa estrutura, haveria a capacidade de mais altos níveis de processamento da informação.
Estando Urano no signo de carneiro, empresta-lhe um carácter impulsivo, de catarse de alguma ideia, de libertação rápida e sem grandes filtros para o campo do conhecimento humano.

Cérebro Global – Wikipédia
(Ocorre-me mencionar uma notícia que cruzou comigo no feed do facebook. A rapidez da disseminação da informação, neste caso com laços que unem indivíduos no campo cultural, com uma materialização clara aqui. É algo que no momento está fora de controlo, com a assinatura energética rápida e impulsiva de um signo cardianal, trazendo à disposição, celeremente, o que o publico deseja ver).
Plutão simboliza a mudança interior. Os processos que trazem à luz do conhecimento os nossos lados mais obscuros. Simboliza a transformação, transmutação e transcendência da parte menos visível de nós. Plutão obriga a olhar, traz à tona e dá oportunidades de integração e sublimação do lado menos bonito que todos carregamos.
Em capricórnio, Plutão oferece a oportunidade de olhar, aceitar, limpar e libertar velhas estruturas, velhas obsessões, velhos hábitos – sejam de valores individuais ou globais.

Quando estas energias estão em jogo no firmamento, num aspecto tenso, que cria uma enorme quantidade de energia, podemos ver os seus efeitos ao nível social. As promessas, os nascimentos da nova energia, da Nova Terra e do Novo Ser Humano.
É visível numa série de movimentos humanos, que começam por pequenos grupos, e por ressonância, por destino ou alegria, crescem e se contagiam:
– grupos de pessoas que se afastam da sociedade, formando comunidades ligadas à vida alinhada com a Natureza, auto-sustentáveis e livres;
– hortas urbanas a surgir por toda a parte;
– programas de trocas diretas de produtos e serviços entre indivíduos da comunidade;
– associações de indivíduos de várias áreas de conhecimento que se unem para promover a mudança em vários campos – educação, consciência ambiental e animal, …;
– Starseeds (Sementes das Estrelas), Trabalhadores da Luz e outras denominações para estas correntes que se formam baseadas em valores globais, do foro do espírito, aplicados ao meio em que se inserem.

 

Neste caso específico, e por ser tão simbólico do aspeto Urano-Plutão, coloco a minha atenção e a vossa no fenómeno global dos “Anonymous”:

anonymous-657195_1280.jpg
Começou por um pequeno grupo de Hackers – miúdos com grande à-vontade em informática, com facilidade de acesso, com ideais e vontades renovados decididos a entrar em ação.
É um grupo aparentemente desorganizado, mas que mantém coesão em novas estruturas – baseadas em valores comuns, globais e alinhados com a nova energia. Um fenómeno planetário, que ganha raízes entre os humanos de vários países. Ligam-se por ideais, sonhos, descontentamento com o paradigma em decadência e prontos e exercer o seu Eu maior individualmente aplicando-a não só pelo hacking que os caracteriza desde o início, mas também por meio da palavra escrita, de arte, da imagem e do exemplo em ação. Unidos por ideais e um desejo de Mudança. Deixa de ser fator de separação cor, raça, país, identidade limitada, para haver uma ligação global e total. O amor desapegado, o cuidar do próximo, do planeta e libertar a sociedade de velhos hábitos e regras que se mostram desadequados no momento atual é o seu campo de movimentação energético. Espalham-se pelo mundo, criando uma rede invisível aos olhos, mas que, energeticamente, puxa a humanidade para uma nova fase.

De modo a entender mais da energia envolvida, passo a citar o que li num dos sites por onde passeei.

“Nós não somos uma organização e não temos líderes. Oficialmente nós não existimos e não queremos existir oficialmente. Nós não seguimos partidos políticos, orientações religiosas, interesses económicos e nem ideologias de quaisquer espécies. Mais uma vez: Anonymous não tem líderes. Se alguém lhe disser que representa ou lidera Anonymous, este alguém não conhece a ideia Anonymous, porque nós não podemos ser representados ou liderados, porque isto é o que somos: uma ideia.”

Fonte da citação
Anonymous Wikipédia

Isto é Urano em ação, movimento e manifestação. Uma Ideia é o que são. Mas mais, muito mais. Trata-se de um movimento maioritariamente jovem, trazem com eles novas forma de Ser-se neste Planeta. São livres. Nenhuma religião os desagrega. Nenhuma facção política os separa. Nenhum país nem nacionalismo.  Estão empenhados no contágio de ideias e informação clara, mais limpa. Para isso, usam de todos os meios: grupos em redes sociais, sites, onde exercem o seu lado criativo, seja em forma de imagens (muita arte, design de imagem, criação de espaços virtuais, street-art, …), palavras (informação real, o que anda além das notícias manipuladas mainstream), ao apelo à dimensão do espírito e o poder do indivíduo acordado e espiritualizado, integrado e integrante.

Temos aqui pistas bem claras do Novo Ser Humano que se eleva. O Ser Humano que reconhece o seu poder como indivíduo completo que faz parte de um todo, e no centro desse todo, dissolve-se e para o bem maior, perde a identidade, funde-se no campo humano.

Unidos por valores globais, de Amor, Respeito, Harmonia, Cuidado pela Mãe Terra e os seus seres viventes. Valores de equilíbrio e de distribuição correta de recursos comuns e proteção dos recursos existentes.
Valores que dizem respeito a todo o ser, que nos são paralelos e convergentes. Valores que se impõem, que se exigem, que estão já em manifestação.

Trata-se de fenómenos globais, sem fronteiras e unidos por transformações que agora se levantam, por exigência da mente e inteligência  universais. Os planetas são ferramentas, instrumentos. As suas energias arrastam-nos, caso não nos queiramos mover por livre vontade. A tensão ao nível interno permite olhar, aceitar, integrar e sublimar, transcender. Se não olharmos para dentro, o Universo encarrega-se de trazer os acontecimentos de vida dolorosos e que nos forçam a mal a olhar a sério para os temas envolvidos.
Se nos detivermos na mudança interior, basta. Não há necessidade de colocar a indumentária do guerreiro. Comecemos dentro, e vamos aplicar no nosso dia-a-dia, de coração aberto, com fé na mudança que será, sem dúvida, para evoluirmos e crescermos como um Todo que Somos.

Diana A.